26 de fev de 2008

Esta semana está sendo curta... Tenho bastante trabalho acumulado, devido ao fato de ter me ausentado durante a última semana de licença para "cuidar" da minha mãe em recuperação após passar por uma angioplastia e alguns outros procedimentos... Mas não resisti e vim até aqui... E também porque, precisava vir até aqui! Com certeza...

Meu amigo Rodrigo Amaro diz sentir falta de textos meus no Blog (muito gentil da parte dele fazer tal comentário, ele escreve muito!!!)...
Podem não acreditar, mas fico encabulada só de imaginar alguém lendo o que escrevo... Sério!!

Bom, entre muitos desafios que venho passando ultimamente, hoje me vejo diante de mais um. Sou diabética, tipo 2, costumo brincar que foi meu presente de 40 anos, portanto, convivo com o diabetes há cerca de 2 anos... Aprendi que se você convive e não briga com a doença, sua vida fica, digamos, mais tolerável... mais longa... e o diabetes se torna um fardo mais leve de se suportar.
O grande desafio de cara, foi me livrar do álcool, antes da minha conversão eu bebia, e diga-se de passagem, bebia muito!( Melhor me explicar, muito em quantidade, mas não era uma dependente do álcool, apenas bebia e curtia o que fazia.)A minha médica me disse que eu precisa escolher entre me amar ou amar o chopp, a cerveja... Desde então, nunca mais bebi!
Quando tomei esta decisão, meu filho, na época com 8 anos, me confessou que detestava me ver bebendo! Mais um grande reforço!!!
Outra parte difícil foi eliminar doces, amo bolos!!! Não sou chegada à refrigerantes, gosto muito de água seja natural ou gasosa... Mas em relação aos bolos e chocolates... Eu sofro muito!!!!
O uso da fluxatina me ajuda muito a combater a ansiedade, eita defeito!!, porque "ela" me leva direto aos doces...

Usei insulina por cerca de uns 7 meses... Fiquei muito feliz quando fui liberada do uso!
Por mais avanço da medicina, as agulhas ficaram mais finas, mais toleráveis... Mas, quem usa sabe do que estou falando, tem momentos que tudo é tão doloroso! Às vezes eu chegava às lágrimas quando me aplicava! Além dos hematonas na barriga e nas pernas (por serem os locais de melhor aplicação - menos dolorosos!).
Eu tomo 11 comprimidos ao dia!!! Sendo 6 para tratamento do diabetes! E mesmo assim, não consegui o controle suficiente.
Levando em conta que a taxa do "meu" açúcar dispara após momentos de tensão, aflição, ansiedade, stress... Eu sei e reconheço a minha culpa! A minha falha!

Bom, aonde quero chegar é que estou de volta ao uso da insulina!
Levemir, que usuários dizem ser um bom tratamento para as hiper e com bem menos riscos de hipoglicemia! Tenho medo das hipo! Acho que todo diabético tem...
Saí do consultório da minha médica hoje cedo um pouco chateada, triste... Talvez decepcionada e muito comigo mesma... Então decidi escrever e deixar registrado este dia...

Mas, acredite, estou bem! Muito diferente de quando usava insulina antes, ainda não possuía conhecimento pleno de tudo que o meu Deus tem para fazer em minha vida.
Então, pode-se dizer que só agora entendo o Salmos 37:5 :" Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nEle, e Ele tudo fará."

Um comentário:

  1. clap clap clap
    E ela escreveu! rsrs
    Ótimo texto, tem muito de você nele. Estou à sua disposição. A Paz de Cristo!

    ResponderExcluir